[Henrique’s Review] Dragon Age: Inquisition

Dragon_01_WM_web

Nome: Dragon Age: Inquisition

Produtora: Bioware

Gênero: RPG ocidental

Plataforma(s): Playstation 3, Playstation 4, Xbox 360, Xbox One e PC

Versão Analisada: Playstation 4

Continuar lendo

Anúncios

[Neto’s Review] Thief

“Hello darkness, my old friend
I’ve come to talk with you again
Because a vision softly creeping
Left its seeds while I was sleeping
And the vision that was planted in my brain
Still remains
Within the sound of silence”
(Simon & Garfunkel – The Sound of Silence, 1964)

thief-4-logo

Produtora: Eidos Montreal

Publisher: Square-Enix

Plataformas: Playstation 3, Xbox 360, Xbox One, Playstation 4, PC

Versão jogada para análise: PC

Thief é o ressurgimento de uma das franquias mais famosas e com status cult que os jogadores de PC já conheceram. O único jogo lançado para consoles além do PC da franquia era Deadly Shadows, de 2004, que também saiu para Xbox.

E logo no início de uma nova geração, a Eidos Montreal resolve fazer um novo jogo da franquia, intitulado somente Thief, sem lugar na cronologia da série e a Square Enix fica a cargo de publicar. E dessa vez o jogo foi lançado para absolutamente todos os consoles na ativa (excetuando-se, é claro, o Wii U, como de praxe), tornando-se um título cross-gen.

Será que o reboot da franquia, depois de dez anos do último jogo, é uma boa ideia?

Dê um passo para as sombras e confira na nossa análise!

[Neto’s Review] Batman Arkham Origins

“When the mugger or the thief stops to think twice – that is fear. That is what I am.”

urlProdutora: Warner Bros. Montréal

Publisher: Warner Bros. Interactive Entertainment

Plataformas: PC, Playstation 3, Wii U, Xbox 360

Versão jogada para a análise: PC

Batman Arkham Origins é a terceira aparição do homem morcego na série Arkham, criada pela Rocksteady, iniciada por Batman Arkham Asylum (2009) e continuada em Batman Arkham City (2011). Ambos são considerados pela crítica em geral (inclusive pelo nosso site) um bom exemplo de uso de super-heróis em videogames, com jogabilidade profunda, fluída e com muito respeito ao personagem. Será que Arkham Origins, o terceiro jogo da série, viria para fazer bem à série ou jogar todo o legado Arkham aos quatro ventos de Gotham City?

Confira a análise completa clicando aqui.

[Félix’s Review] Grand Theft Auto V

Categoria: Ação/ Sandbox

 Produtora: Rockstar Games

Distribuidora: Take-Two Interactive

  Plataformas: PS3/Xbox360

 Versão avaliada: PS3

1

Em 1997 DMA Design Limited, hoje Rockstar North, trouxe ao mundo a Grand Theft Auto. A série, mais conhecida como GTA ajudou o estúdio a ganhar a reputação de criar os jogos mais polêmicos já feitos. E não é pra menos, Rockstar não economiza nada nas doses de violência em seus jogos, além de conter um nível altíssimo de crítica social.  Grand Theft Auto é hoje um incrível sucesso de público e crítica não apenas na indústria dos games, mas em todo entretenimento. Após o estrondoso lançamento de Grand Theft Auto V, o título arrecadou em três dias 1 bilhão de dólares, batendo um novo record de vendas. Estaria o título ao nível de todo esse barulho?

Embora tenha me focado apenas nos cinco principais games da série  Grand Theft Auto na rápida retrospectiva acima, um dos títulos de maior sucesso da série foi, sem dúvida, San Andreas. E pensando nisso, a Rockstar voltou as terras muito bem conhecidas pelos fãs para narrar sua próxima história. Grand Theft Auto V conta não apenas com um protagonista, mas com três. Conheceremos Michael, Franklin e Trevor, três criminosos que decidem unir forçar para elaborar crimes que sozinhos jamais poderiam fazer.

É interessante notar como a personalidade de cada um dos três foi construída para gerar inevitáveis e divertidas relações e conflitos entre eles. Michael é um rico  e aposentado veterano do mundo do crime. Após um último grande golpe que saiu errado, ele por “sorte” conseguiu se safar impune e passou a viver uma vida normal  em sua mansão em Los Santos com sua família em constante crise. Franklin, por outro lado, é um rapaz  de classe média que esta começando na vida de fora da lei. Rouba carros  para que uma loja os revenda por um preço supervalorizado. Por fim, mas não menos importante, temos  Trevor, um completo psicopata que vive com seus capangas no deserto, até  um dia descobrir que um antigo amigo teoricamente morto, esta vivo e bem vivo.

Clique e continue lendo!

[rodrigo’s review] Remember ME

Nome: Remember ME
Gênero:  Adventure

Distribuidora: Capcom Produtora: Dontnod Entertainment
Plataforma(s): Playstation 3, Xbox 360 e Pc.

Versão analisada: PC

Remember-Me-Logo

Relembre-se do passado

Remember Me, desenvolvido pela Dontnod Entertainment, é uma das novas apostas da Capcom para conquistar o mercado ocidental. O jogo é um adventure em mundo aberto, com muitos elementos emprestados de outras franquias consagradas da geração. Não se espante com a familiaridade com os games Assassin´s Creed, Batman Arkhan series e Uncharted.

Apesar do foco em técnicas consagradas de outros games, o jogo tem sua parcela de originalidade com o modificador de memorias Memorize Mix.

Clique para ler a análise completa!