[Neto’s Review] Thief

“Hello darkness, my old friend
I’ve come to talk with you again
Because a vision softly creeping
Left its seeds while I was sleeping
And the vision that was planted in my brain
Still remains
Within the sound of silence”
(Simon & Garfunkel – The Sound of Silence, 1964)

thief-4-logo

Produtora: Eidos Montreal

Publisher: Square-Enix

Plataformas: Playstation 3, Xbox 360, Xbox One, Playstation 4, PC

Versão jogada para análise: PC

Thief é o ressurgimento de uma das franquias mais famosas e com status cult que os jogadores de PC já conheceram. O único jogo lançado para consoles além do PC da franquia era Deadly Shadows, de 2004, que também saiu para Xbox.

E logo no início de uma nova geração, a Eidos Montreal resolve fazer um novo jogo da franquia, intitulado somente Thief, sem lugar na cronologia da série e a Square Enix fica a cargo de publicar. E dessa vez o jogo foi lançado para absolutamente todos os consoles na ativa (excetuando-se, é claro, o Wii U, como de praxe), tornando-se um título cross-gen.

Será que o reboot da franquia, depois de dez anos do último jogo, é uma boa ideia?

Dê um passo para as sombras e confira na nossa análise!

Anúncios