[Consciência Gamer] Soltem Ezio Auditore da Firenze, ele é inocente!

Ele é inocente!

Ele é inocente!

Ah, mais um episódio de violência no Brasil. Banalizada como ela só, na maioria das vezes nem nos importamos. Ouvimos coisas como “matou a mãe”, “matou o próprio filho”, “crime premeditado”, “crime passional” e nem damos bola. É o normal no Brasil (e no mundo, por que não?).

Anormal seria ligarmos a televisão e encontrarmos somente notícias boas, mostrando como o ser humano é bonzinho. Mas não, dia após dia somos massacrados com notícias horrorosas, na maioria das vezes terminando em morte. Na Rede Bandeirantes toda quinta-feira, inclusive, passa um programa bastante extenso chamado Polícia 24 Horas, que mostra toda sorte de crimes, inclusive cobrindo casos de homicídio, mostrando o cadáver e tudo mais.

Confesso que às vezes assisto a estes e outros programas que se vangloriam da violência alheia para dar audiência. Não adianta, a violência é atraente, desde que vista à distância, com os olhos grudados na TV, pois a tragédia nos emociona (como já diria a música Vicarious, da banda Tool).

Clique para continuar lendo o artigo.

Anúncios