[Consciência Gamer] Jogador Mimado

Se levarmos a palavra videogame ao pé da letra e a dividirmos em seus dois componentes, temos vídeo e jogo. Vamos deixar nesse artigo um pouquinho do design de jogos de lado e falar sobre o componente de vídeo, ou seja, os visuais.

Clique para continuar lendo!

Anúncios

[Consciência Gamer] Cinco anos escrevendo sobre videogame.

O-que-não-escrever-no-currículo

Na verdade, escrevemos no computador… mas fica mais bonito e romântico assim, não?

Em 31 de agosto o Jogador Pensante faz cinco anos de idade. Foi em um 31 de agosto de 2010 que iniciei este site, na época era só um blog WordPress, somente depois de alguns anos que viria a ser um site .com, com domínio próprio (apesar de ainda usarmos a plataforma WordPress).

Foi neste dia que fiz uma análise de Heavy Rain. Relendo-a, eu hoje escreveria algo completamente diferente, e certamente teria visto com um olhar mais crítico o jogo. Apesar de, na época, me considerar um jogador crítico, escrever sobre games é algo que vai amadurecendo cada vez mais, especialmente se você escreve por paixão, sem receber nada por isso. Dei 9,5 de nota para o jogo, e na época eu o achava um dos melhores jogos de todos os tempos. Hoje tenho uma opinião bem diferente sobre o jogo, e ele possui uma fórmula da qual, sinceramente, não gosto mais.

Continuar lendo

[Consciência Gamer] Do “Press Start” para o “Grab Your Popcorn”


Bloodborne. Vídeo: Divulgação

E3 2014 só começou, e as grandes empresas já fizeram sua chuva de grandes anúncios: Halo 5, Bloodborne, Scalebound, entre outros. Para o Grande encerramento, a Microsoft mandou Crackdown 3 e a Sony, Uncharted 4. Um grande show e motivo de grande festa, exceto por um “pequeno” detalhe: os jogos citados, além de muitos, muitos outros, foram apresentados através de CGs, e nos melhores casos, cutscenes com a engine do jogo.

Clique aqui e continue lendo!

[Consciência Gamer] Seios, feministas e a sociedade do “sim ou não”

1

Após o início das ondas feministas no século XIX, o movimento vem, a cada dia, ganhando mais força e notoriedade, e as mulheres, o seu merecido espaço e direitos como cidadãs e seres humanos. Apesar do notável progresso, é inegável que ainda há muito a ser trabalhado no que se diz respeito à ideologia igualitária dos sexos. Infelizmente, independentemente das conquistas e dificuldades, existe a parcela de mulheres sem boas intenções, ou mesmo puramente extremistas, que se afastaram da filosofia original do movimento para obter benefício próprio, ou mesmo “dar o troco”, prejudicando e prolongando ainda mais a busca pelo fim das diferenças e injustiças. Com esse boom do feminismo e do “neofeminismo”, o mundo começou a mudar: mídia, leis, entretenimento…e sim, isso inclui os videogames.

Leia o artigo inteiro clicando aqui!

[Consciência Gamer] Um herói forjado no Bushido

Image

O Bushido é o código de ética do Samurai, o caminho seguido pelos integrantes da casta de guerreiros que dominou o Japão durante o feudalismo nipônico. Na referida obra estão dispostos os princípios e normas de conduta que deveriam ser seguidos para que o guerreiro alcançasse a perfeição no exercício de suas funções, não só em campo de batalha, mas na vida cotidiana comum a todos os seres humanos.

Continue lendo clicando aqui!