[Neto’s Review] Diretas Coquetel Grande Hércules

1500006_coquetelhercules_50

Produtora: Coquetel.

Publisher: Coquetel.

Plataforma: Qualquer uma. Só precisa de uma caneta.

Fui à banca de jornais esses dias comprar uma Revista do CD-ROM, porque queria jogar umas trezentas e oitenta e quatro demos incríveis no meu computador. Chegando lá, descobri que há muito tempo o bancário (ou banqueiro? O que é quem trabalha em uma banca? Revisteiro? Gibizeiro? Jornaleiro, né? É, é isso…) não recebia mais esse tipo de revista. Fiquei chateado e ele percebeu, pois me viu tentado a comprar uma edição especial da Revista Capricho que vinha com um CD interativo com testes, tais quais “Saiba o melhor look para sair com as amigas no Shopping”. Percebendo que eu iria cometer um erro, me sugeriu levar uma revista da Coquetel:

– Se o senhor está querendo jogar, por que não leva uma Diretas da Coquetel? A Grande Hércules é uma boa.

Gostei da dica. Conheço o Hércules, do God of War (não foi páreo para o Kratos, por sinal) e vi que havia logo na mídia física a escolha de dificuldade. Achei aquilo uma prática muito mercenária da empresa! Se eu quisesse jogar o Grande Hércules em uma dificuldade maior, eu teria que comprar novamente! Um absurdo completo, mas decidi pegar o Médio mesmo, temendo não conseguir enfrentar a Difícil.

Cheguei em casa e arranquei logo do plástico, já calejado de fazer isso com tantos jogos, mas esse abriu mais facilmente. Munido de uma caneta, comecei a primeira página, que era uma Direta, mais conhecida como Palavra Cruzada.

Se liga nessa palavra cruzada escrita em Hylian mano!

Se liga nessa palavra cruzada escrita em Hylian mano!

Algumas perguntinhas fáceis, algumas coisas de completar… em momentos eu podia girar a revista para ler as palavras de ponta-cabeça no que chamam de Banco, que oferece uma ajuda. É como se fosse um cheat permitido pelo próprio jogo… ele não te informa onde colocar a palavra, mas te fornece uma resposta completa. Método interessante, é como se um jogo de videogame te desse uma espada que só pode ser usada em determinado lugar, mas não te informe isso. Achei bem oldschool, me lembrei de The Legend of Zelda, do Nintendinho.

Umas três perguntinhas eu não sabia responder… as que tive dificuldade, consegui descobrindo as outras. Isso traz um quê a mais de puzzle, te incentivando a preencher todos os quadradinhos possíveis, conforme seus conhecimentos. Felizmente não sou tão burro assim. Para as que eu não consegui, foi só olhar nas últimas páginas, onde havia as respostas gerais.

Prossegui nas páginas e me deparei com um Caça Palavras, um emaranhado de letras confusas onde há palavras escritas em algumas. Olhem, as pessoas reclamam do Virtual Boy e do efeito 3D dos 3DS antigos, mas na fase Caça Palavras do livro do Coquetel há um efeito visual terrível, que me deixou zarolho em alguns momentos. Não é recomendável para crianças e pessoas que já são zarolhas, podendo resultar em dores de cabeça, vômito e morte (fiquei sabendo que morreu uma pessoa depois de jogar Caça Palavras no Congo… tudo bem que ela foi atacada por um tigre na savana e morreu de tanto sangrar, mas antes ela havia jogado Caça Palavras, então fica aí o meu aviso).

caça-palavras II

A revistinha tem vários modos, e alguns mais parecem lição de casa. Tem um de preencher vários espaços com números… meu amigo, se eu quisesse fazer matemática eu voltava pra escola, da licença, né?

O mais engraçado é o modo Torto… ele te dá algumas letras e você vai juntando elas para formar o maior número de palavras possíveis. Tive de usar um detonado chamado Dicionário para encontrar 50 palavras, mas consegui. Infelizmente não apareceu nenhuma Conquista ou Troféu quando terminei, o que me deixou chateado, nem desbloqueei o Torto no modo difícil, e seria fácil, já que eu estava com o guia em mãos…

Esse Torto é bem retinho. Propaganda enganosa.

Esse Torto é bem retinho. Propaganda enganosa.

Foi aí que me lembrei que teria de comprar o Coquetel Grande Hércules no modo difícil e fiquei terrivelmente frustrado, rasguei a revista e joguei fora.

Sabe, esse é o problema com essa indústria de games… temos que comprar versões e mais versões para ter o jogo completo. Pior são essas partes que exigem conhecimento numérico, outras que eu tive que usar um dicionário, o que é isso? Além de pagar o jogo eu tenho que comprar outras coisas pra jogar, ah dá licença mano!

Esse cara nem aparece! Lixo!

Esse cara nem aparece! Lixo!

O melhor: nem custa tão caro.

O pior: não vi o Hércules em nenhum momento do jogo.

Nota: 5,5/10,0

Anúncios

2 pensamentos sobre “[Neto’s Review] Diretas Coquetel Grande Hércules

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s