[Tomio’s Review] New Super Mario Bros. U

1Nome: New Super Mario Bros. U
Gênero: Plataforma
Produtora: Nintendo
Plataforma(s): Wii-U

It’s me, Mario!2

New Super Mario Bros. U é o mais recente título da série “New Super Mario” para o novo console da nintendo, o Wii-U.

Wa, wa!3

New Super Mario Bros. U segue o estilo dos antecessores, ou seja, o mundo do encanador completamente tridimensional, mas com jogabilidade 2D. Vale ressaltar que é muito gratificante ver um jogo da franquia tendo, finalmente, um tratamento visual em alta definição e com os devidos recursos técnicos avançados, como uma excelente iluminação, física mais apurada, movimentação bem fluida dos personagens e inimigos, e a força que a parte artística ganha, com cores mais vibrantes e nível de acabamento muito maior dos cenários. Outro ponto a ser destacado é o aperfeiçoamento dos pontos de colisão do jogo, aspecto conhecido como “hitbox”. Com precisão muito maior, o jogador vai precisar de pulos e movimentos muito mais milimétricos se não quiser morrer por bobeira.

Voltando à parte artística: outro ponto a ser elogiado, com cenários bem variados e diferentes do que a série costuma apresentar, como uma floresta de soda, uma estrada de nuvens e até mesmo um deserto-sobremesa.

Assim como os outros jogos da série New, os efeitos sonoros continuam os clássicos da série, que não são apenas aceitáveis, como também importantes para a caracterização da franquia. E, também como seus antecessores, as músicas continuam sem inspiração e com os infames, desconexos e irritantes “wa wa”s por todos os lados. Para piorar, grande parte da trilha é reciclagem dos títulos anteriores, fazendo com que a idéia de deixar a tevê muda para ouvir qualquer outra coisa seja muito válida.

Salvando a princesa – Parte 3674

New Super Mario Bros. U conta mais uma vez o bom e velho conto: O encanador bigodudo, com ajuda do seu irmão Luigi e de dois Toads, deve novamente salvar a princesa Peach do tartarugão espinhudo, Bowser. No caso desse título, entretanto, os holofotes vão muito mais para o Bowser Jr., o que não significa nem muda muita coisa, no final das contas. Felizmente, o jogo continua sendo puro gameplay, fazendo com que esse “enredo” seja a desculpa perfeita para a aventura.

Vale lembrar também que o jogo continua com o clima festivo da nova série, com inimigos dançando passinhos ao ritmo das músicas, mudando até mesmo o tempo de pulo algumas vezes.

New Super Mario World5

New Super Mario Bros. U traz uma série de boas novidades – a começar pelo world map, que comporta todas as fases do jogo em um mesmo plano, exatamente como Super Mario World (SNES). E o jogo não se limita somente nas aparências, oferecendo fases com mais de uma saída, muitos caminhos alternativos (literalmente uma bifurcação a cada duas fases), e atalhos, chegando a um ponto onde é possível terminar o jogo sem ver cerca de 2/3 do total de níveis, evitando até mesmo uma região inteira. A cereja do bolo fica por conta da interatividade que o mundo possui, deixando de ser um simples ponto em comum entre as fases – periodicamente, é possível encontrar diversos eventos, como itens coletáveis nos caminhos entre as fases, inimigos perambulando que, se encostados, levam Mario a uma espécie de arena e o recompensam com um power up ao serem derrotados, e até mesmo um ladrãozinho, que entra aleatoriamente em fases já concluídas e exige um pequeno speedrun para ser capturado e liberar, com isso, um power up raro. O melhor desses eventos é que nenhum deles é obrigatório, ou seja, enriquece, mas não atrapalha.

O level design do título é outro ponto a brilhar forte, sendo um dos melhores trabalhos em se tratando de “Mario 2D”. O cuidado com o mapeamento das fases é tão alto que speedrunners, casuais e complecionistas vão poder aproveitar o potencial do jogo nas mesmas proporções, tamanho o número de possibilidades que uma mesma área pode oferecer. Destaque para as casas fantasmas, que sempre se sobressaíram na série, mas conseguiram o ápice em New Super Mario Bros. U, dando nós no cérebro de qualquer jogador descuidado. O jogo é também bastante desafiador, com dificuldade progressiva e perfeitamente balanceada, garantindo muitas mortes, não mais power ups reservas durante as fases e não mais vidas em abundância descerebrada. O jogo é, inclusive, um dos primeiros da série a apresentar lutas contra chefões realmente desafiadoras. Para novatos ou quem tem dificuldades com jogos de plataformas, o título oferece diversas formas de facilitar a vida dessas pessoas, como usar o Gamepad do console para criar plataformas extras ou dar uma demonstração de como passar da fase, com personagem controlado pelo computador. Essas mecânicas, obvia e felizmente, são opcionais.

A jogabilidade é basicamente uma mistura de jogos, sendo um jogo de plataforma 2D com pulos, “bundadas” e chutar paredes para alcançar locais altos. Esse último, por conta do level design avançado e, consequentemente, pulos mais milimetrados, acaba prejudicando os timings algumas vezes, com o Mario escorando nas paredes quando deveria estar saltando, mas nada muito persistente, felizmente.

Para avançar, o jogador conta com diversos power ups, como os clássicos cogumelo, estrela e flor de fogo e outros mais novos, como a flor de gelo, que congela os inimigos e os transforma em plataformas ou até mesmo armas, o mini cogumelo, essencial para descobrir caminhos secretos, e a novíssima roupa de esquilo, que concede ao Mario uma espécie de pulo duplo e a habilidade de planar livremente, um dos poderes mais úteis de toda a série. O jogador conta também com várias espécies de Yoshis, seja para montaria, seja para clarear locais ou até mesmo aprisionar coisas em bolhas. Eles não apenas deixam a vida do Mario mais fáceis durante as fases, como dão novos estilos de jogo e até mesmo são essenciais para descobrir coisas escondidas.

Os inimigos também são, em grande parte, clássicos, como os Goombas e os Koopa Troopas, e algumas caras novas, como um sapo que fica jogando bolas de espinho contra o jogador. Graças ao level design, eles são geralmente uma grande ameaça ao encanador, sempre posicionados em pontos estratégicos para fazer Mario perder seus power ups por qualquer descuido.

1UP6

New Super Mario Bros. U dura cerca de 6 horas, jogado normalmente apenas para ser terminado, ou seja, sem aproveitar todas as fases e sem se preocupar com nenhuma Star Coin, as moedas especiais escondias em todas as fases. Vale lembrar que elas estão geralmente em locais importunos ou de difícil visualização, aumentando ainda mais a dificuldade do jogo para quem for tentar fazer 100%.

Além da campanha principal, o jogo ainda oferece uma região a la Star Road de Super Mario World, que só é acessível ao coletar todas as Star Coins de uma região específica, e o esconderijo do ladrãozinho, contendo recordes de inúmeras ações do jogador durante as partidas.

Mesmo após fazer 100%, ainda há muita coisa a ser feita no jogo, como um “modo desafio”, que reúne uma série de mini missões, como ganhar 3 vidas matando Goombas sem pisar no chão ou um time attack em um pedaço de uma fase,com direito a ranking e ganho de medalhas. O jogo também tem um time attack especial onde o jogo vai acelerando com a quantidade de moedas coletadas, um modo cooperativo para a campanha e um modo competitivo de coletar moedas, similar ao já visto em New Super Mario Bros. Wii ou até mesmo nos Super Mario Advances.

O encanador italiano ressurge.7

New Super Mario Bros. U é um dos títulos de lançamento do Wii-U, e logo de início já ganhou seu espaço. É imperdível para os fãs de Mario, para donos do novo console, para jogadores de platformer e um dos melhores jogos da série.

Nota: 9,8 – “Prazeroso”

Análise de New Super Mario Bros. 2

Anúncios

4 pensamentos sobre “[Tomio’s Review] New Super Mario Bros. U

  1. Pingback: [Tomio's Review] New Super Mario Bros. 2 « Jogador Pensante

  2. Pingback: [Jogo do ano] 2012 « Jogador Pensante

  3. Pingback: [Consciência Gamer] O multiplayer online e suas implicações « Jogador Pensante

  4. Pingback: [Review] Salt & Sanctuary | Jogador Pensante

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s