[Rodrigo’s Review] Borderlands 2

Nome: Borderlands 2
Gênero: FPS

Distribuidora: 2k games Produtora: Gearbox
Plataforma(s): Playstation 3, Xbox 360 e Pc.

Versão analisada: Pc

Borderlands faz parte do seleto grupo de franquias criadas nessa geração que deram certo. A Gearbox, desenvolvedora do game, é conhecida por alguns trabalhos em pacotes de expansão de grandes Fps( firts person shooter), a empresa já trabalhou em Half-life, Halo, 007, Brother in Arms e Counter Strike. Tanta experiência  ajudou, e muito, a fazer de Borderlands: um jogo sólido e competitivo nesse mercado tão explorado. A aventura no mundo de Pandora (um velho oeste alienígena) foi um sucesso com mais de 3 milhões de cópias vendidas, um resultado muito expressivo para a até então pouco conhecida desenvolvedora americana. As expectativas em Borderlands 2 se tornaram as maiores. Sabendo disso a Gearbox adotou a postura de que em time que está ganhando não se mexe, se acrescenta. Borderlands 2 demorou a ser lançado, foram 3 anos de produção, mas que valeram muito a pena. O jogo tem tudo o que fez do primeiro um grande sucesso, com uma série de ajustes que eram necessários. Explorar o mundo de Pandora nunca foi tão maravilhoso.

Borderlands 2 é um Fps com pequenos toques de Rpg (uma mistura que a cada dia se mostra mais interessante). No início do jogo, você deve escolher um personagem entre 4 classes distintas: Commando, Gunzerker, Siren e Assassin. o Commando utiliza uma torre de metralhadoras, o Gunzerker pode empunhar 2 armas ao mesmo tempo, a Siren pode atacar inimigos telepaticamente e o Assassin pode ficar invisível por tempo limitado. Só com isso, as classes já representam estilos de jogo distintos, mas cada uma possui 3 árvores de habilidades que permitem construir diversas variações dos personagens, conforme se progride no jogo. E, caso deseje mudar tudo, basta visitar uma máquina dentro do jogo para redistribuir os pontos de habilidade, ao custo de uma pequena taxa.

Os heróis podem ser personalizados também no visual: você pode escolher cabeças e cores de roupa, liberando novas opções ao longo do game. Mas a personalização é limitada, infelizmente a Gearbox não fez muito bem o uso do recurso, e o jogo fica devendo a outros do gênero, mas nada que estrague a diversão do jogo. Também é possível personalizar seus veículos, escolhendo variações das armas e da pintura.

Os elementos de Rpg não param por aí. O jogo combina o sistema de evolução e coleta de itens com um tiroteio em primeira pessoa frenético e eficiente. Para melhorar ainda mais a diversão o jogo oferece suporte para até 4 jogadores em partidas cooperativas.

A busca por itens é essencial em Borderlands 2, que tem em seu portfólio o  “pequeno” numero de mais de 17 milhões de combinações de armas possíveis  As armas são o maior atrativo no jogo, você não vai conseguir parar com uma, e isso é ótimo porque vamos passar a maior parte do tempo olhando para a mira. Enquanto que muitas armas funcionam de forma semelhante umas às outras, as estatísticas são os diferenciais, complexas e eficientes o suficiente para o numero aparentemente infinito de combinações de armamento. A variação é fantástica.  As fabricas de armas de Borderlands 2 são como as grandes empresas do mercado de hoje em dia (o jogo faz uma sátira, e você vai perceber a semelhança com muitas empresas reais), são lançadas armas a todo momento e uma mais interessante que a outra. As empresas Tediore, Torgue,  Vladof,  Maliwan, Jakobs,  Hyperion, Dahl,  Bandit são bem distintas em seus armamentos e vai do jogador escolher qual lhe agrada mais.Você vai ter à sua disposição desde a armas comuns como simples pistolas, automáticas, Rpgs, lança-granadas a armas que atiram 800 tiros por minutos ou explodem o cenário inteiro como uma bomba nuclear…

Outra personalização interessante de Borderlands 2 é o Ranking Badass. O Ranking funciona como um sistema de conquistas qualquer, mas o interessante é que ganhando uma conquista no ranking a personalização do personagem pode ser melhorada  com uma série de pequenos atributos importantes, como recarga mais rápida  e melhora no dano. Os atributos podem ser desligados também caso queira. Borderlands 2 tem todos os elementos de um Rpg, só que de forma mais simplificada e intuitiva.

O tiroteio do jogo continua intacto. A Gearbox, como já foi dito, é muito experiente em jogos de primeira pessoa, e sua própria franquia não poderia ser em outro gênero  O jogo é fluido demais e desafiante, os inimigos aqui não são apenas pontos  estacionários que esperam o jogador para entrar em ação: o mundo inteiro tem vida e acontecem conflitos em que o jogador nem está envolvido. Os inimigos são muito variados, o que ajuda e muito no desafio. Você vai enfrentar desde rebeldes com armas precárias, monstros gigantescos a robôs mais tecnológicos e avançados do mundo de Pandora. Os comandos são perfeitos e atirar em Borderlands 2 é maravilhoso e viciante. A IA (inteligência artificial) do jogo sempre vai exigir do jogador e não existe sair simplesmente atirando sem estratégia, é necessário sempre se esquivar e procurar outros pontos de defesa.

Uma ressalva é o uso dos veículos no jogo, que deveria ter sido mais explorado. Apesar de uma grande variação de veículos e Pandora ser imensa, o uso deles não passa de apenas um toque de requinte a mais no jogo, principalmente porque o Fast Travel (avançar pelo mapa sem precisar correr por ele) sempre estará disponível.

A história de Borderlands 2 ocorre cinco anos após ao seu antecessor. O jogo começa com o seu personagem lutando até a morte em um evento de gladiadores. Como o jogador vence e torna-se muito popular, ele é deixado para trás nas tundras e deve lutar para sua própria sobrevivência. Abandonado, recebe a missão de impedir os planos  de Handsome Jack, o antagonista do jogo. O vilão é sarrista e sempre está desafiando o jogador.

A partir daí temos de volta toda a experiência de mundo aberto pela qual a série é conhecida. E Pandora está incrível na sequência. Borderlands se passava muito tempo no deserto e como a mudança de cenário era minima, alguns jogadores diziam que o jogo enjoava. Em Borderlands 2 nada disso acontece, a variedade e imensidão dos cenários são fantásticas e você vai ficar espantado com o tamanho do mapa do jogo e com o número de mudanças de cenários que ocorre durante a jornada.

Um ponto interessante de Borderlands 2 é como ele mescla bem a Main Quest (historia principal) com as Side Quests (missões alternativas). Durante as mais de 30 horas do jogo, você vai completar tantas missões que se encaixam perfeitamente que não vai perceber se está fazendo uma missão que não interfere em nada na história principal, pois tudo vai ser sempre muito divertido. Claro que com um jogo tão extenso assim, a repetição de missões acontece, e durante a jornada você vai servir de “office boy” para muitos personagens do jogo, buscando coisas e levado para outros pontos.

Para completar a experiencia no mundo de Pandora, os gráficos de Borderlands 2 estão de arrasar. Cell Shading é um estilo de gráfico alternativo muito bem empregado no jogo. Esse tipo de gráfico dá mais expressão ao personagens e aumenta a imersão quando bem trabalhado, exemplos de como usar o Cell Shading temos ao montes, a serie Tales of, The Legend of Zelda Skyward Sword, as séries de luta Naruto e Dragon Ball. Esses são alguns que fizeram com maestria o uso do estilo, mas Borderlands 2 é o melhor. É inconfundível seu estilo e arte únicos. Os gráficos do jogo deram mais vida ao cenário, há partes em que você vai parar para observar a beleza do trabalho da Gearbox. Sem dúvidas, um verdadeiro primor na parte técnica e artística. No PC o jogo fica ainda mais incrível, pois usa a nova tecnologia da Nvidia: o Physx, que aumenta os elementos de física do jogo. E os toques de comédia, muito bem feitos por sinal, são essenciais para aumentar a identificação do jogador com o game.

O som do jogo é idêntico ao primeiro, bem produzido, mas longe de se destacar. Há uma música de fundo principal que fica tocando sempre enquanto exploramos Pandora, e quando entramos em uma batalha, a música alterna e, dependendo do local ela diferencia, caracterizando mais o cenário.

Borderlands 2 é um jogo que não se arrisca muito e mantém a fórmula de sucesso do primeiro. Os ajustes do jogo foram importantes e melhoraram substancialmente a experiência durante as 30 horas passadas em Pandora. A Gearbox sabe o quanto a franquia tem ainda para evoluir e, se olharmos os dois primeiros, as expectativas só podem ser as melhores. O jogo tem um replay excelente (você vai querer visitar Pandora diversas vezes depois de terminar), ótimos modos online (característica essencial hoje para a sobrevivência do jogo no mercado) e um desafio recompensador, alinhado com a excelente jogabilidade. O destaque vai para o cooperativo que deixa o jogo ainda mais divertido.

Com mais de 30 horas de jogo e muitas possibilidades e reviravoltas e, claro, algumas risadas, a segunda parte dessa grande surpresa da geração chega para consolidar de vez seu lugar como um dos grandes Fps. Talvez ao lado de Bioshock, o jogo seja um dos mais diferenciados. Se você gosta de um jogo com ação frenética e exploração com leves toques de Rpg, Borderlands 2 é pedida mais do que obrigatória e um dos melhores do ano. Não deixe de se aventurar pelo vasto mundo de Pandora!

Nota : 9,2/10

Launch Trailer de Borderlands 2

 

Anúncios

10 pensamentos sobre “[Rodrigo’s Review] Borderlands 2

  1. Excelente review, cara. De verdade, ficou muito bom!

    Deu vontade de jogar isso agora…por ser continuação direta, eu preciso jogar o primeiro, né? Ou não é tão necessário?

    • Tomio, você acabou de frisar um detalhe que eu deveria ter colocado ali eheheeeee

      Não precisa. A Gearbox pensou muito que o titulo poderia ganhar novos seguidores, e o primeiro não vai fazer tanta diferença na historia do segundo, as citações sobre o que já aconteceu são bem explicadas nele mesmo!

  2. Pingback: [Jogo do ano] 2012 « Jogador Pensante

  3. Cara bordelands 2 fica melhor ainda quando se joga de 2 players na campanha…
    Tipo eu e meu irmao somos level 17 e matamos inimigos de level 22 so pra evoluir mais rapido…kkkkk e tbm cm dois players da para fazer estrategias d batalha e acabar mais rapido com os inimigos…kk

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s