[Rodrigo’s Review] Diablo III

Nome: Diablo III
Gênero: Rpg –  Dungeon crawler

Distribuidora: Activison-Blizzard Produtora: Blizzard
Plataforma(s): PC

The evil is back

Doze anos separam o lançamento de Diablo III para o seu antecessor. De fato, a Blizzard sempre foi conhecida por lançamentos demorados com a justificativa de atingir a qualidade máxima em seus produtos. Mas a empresa que nunca errou (como popularmente ficou conhecida) conseguiu a façanha de entregar um jogo compatível com as expectativas dos inúmeros seguidores da franquia, apos esse tempo, o mundo dos games mudou e muito.

Diablo III foi anunciado em 2008, o jogo é um gênero derivado dos Rpgs mais conhecido como: dungeon crawler. O termo é usado para designar jogos repletos de dungeons e/ou labirintos cheios de monstros, armadilhas e tesouros. Diablo funciona de forma diferente, é dividido claramente em dois momentos: seus níveis de dificuldade e a evolução do personagem. No jogo, Temos quatro níveis de dificuldade:  normal, nightmare, hell e inferno. Inicialmente o jogador apenas terá habilitado o nível normal e somente terminando a história principal podemos exceder ao modo de dificuldade seguinte. É verdade que a história do jogo é completamente consumida logo na primeira vez que terminamos, mas o conteúdo global do jogo está muito longe de ser acessível apenas com o modo normal.

As masmorras geradas aleatoriamente e espalhadas pelo jogo escondem os mais terríveis desafios, os mais duros inimigos, e as melhores recompensas. A qualidade do jogo só tende a aumentar com a evolução dos níveis, não são apenas graus de dificuldade, são novas experiências dentro do mesmo jogo. Iniciando um novo nível seu personagem continuará no mesmo level, e os itens encontrados desde o inicio são propícios a seu level atual.

A narrativa de Diablo III segue fiel as origens. Diferenciando dos Rpgs modernos o que significa que alguns jogadores poderão não estar habituados, mas nada que possa estragar a imersão do jogo. Passado vinte anos apos os eventos e Diablo II, o sinal nos céus confirma o que Deckard Cain, personagem conhecido da serie, refere-se no seu livro, que a eterna luta entre Arcanjos e Demônios está prestes a acontecer novamente. Ao lado de Leah, filha adotiva de Deckard,cabe a nos interromper a destruição da terra. A historia do jogo não é complexa, ao estilo da Blizzard, mas o seu desenrolar é bem produzido. Com um linha totalmente linear, não existe qualquer escolha do jogador que mude os acontecimentos finais do game, mas isso não atrapalha em nada a narrativa que é envolvente. Diablo III é o melhor  jogo da serie que transmite a historia aos jogadores, muito claro devidos aos excelentes vídeos que já estamos acostumados criados pela empresa.

Mas o que difere mesmo Diablo dos demais do gênero é a jogabilidade, dinâmica e acessível a qualquer tipo de jogador. Nos primeiros níveis a facilidade de se jogar é excelente para os iniciantes, afinal, levou um década para a terceira parte do jogo ser lançada e muita gente não conheceu Diablo II. Será necessário apenas utilizar o mouse e alguns numerais do teclado como atalhos para as suas skills. Nos demais níveis a jogabilidade fica mais complexa exigindo assim um grau maior de dedicação. É difícil descrever a evolução que o jogo tem entre os níveis de dificuldade, o jogo vai mudando totalmente a cada novo final, sua experiências são cruciais para poder vencer. As hordas de inimigos são vastas, dificilmente você enfrentará o mesmo inimigo por muito tempo,  e intermináveis durante as dungeons  exigindo assim sua experiência na mecânica do jogo a todo momento.

Imperdível trailer cinemático.

A ação em Diablo III é frenética, utilizando então do modo cooperativo é um festival de sangue durante a jornada. Jogar com outros amigos em Diablo III é muito simples, basta um clicar do mouse no menu principal, e pronto você estará com seus amigos expulsando os demônios da terra. Existe a possibilidade também de participar de jogos públicos, como alguns MMORPG, e o mais interessante é o jogo se adaptando ao números de jogadores e suas experiências, Diablo III mantém a dificuldade não importa quem está no momento jogando, jogar cooperativamente no jogo é muito proveitoso.

para enfrentar a jornada temos cinco classes para serem escolhidas de inicio, a Blizzard prometeu em breve novas DLCs com classes e atos novos, as classes disponíveis são : Barbarian, Demon Hunter, Monk, Wizard e Witch Doctor. Como o jogo mesmo intenciona é provável que você jogue com todas elas,afinal existe espaços no perfil do jogador no menu principal para isso. Cada herói pode chegar até level sessenta, o Maximo, mas evoluí-lo não é a única fonte determinante de experiência do jogo.

Em Diablo III a evolução do seu personagem é dividido entre: níveis, equipamentos e habilidades, essa ultima é a mais preponderante. Nos jogos anteriores Diablo tinha as skill trees, uma espécie de arvores de talentos, e as opções de caracterizar o seu personagem eram quase infinitas. Mas a complexidade desanimava muitos jogadores, com isso em mente a Blizzard adotou o sistema de habilidades, mais fácil de se utilizar e entender mas não significa que o jogo ficou menos customizavel. As habilidades são desbloqueadas automaticamente no decorrer em que vamos evoluindo, e as possibilidades de quantificar o seu personagem com elas é gigantesca. Podemos escolher até seis dentre mais de vinte habilidade distintas que são divididas em: ofensivas, defensivas, táticas, reativas, enfim a variedade é fantástica e a medida que passamos pelos níveis nos atos do jogo fica claro que foi a melhor opção escolhida. Existe também mais de dezesseis opções de características passivas que definem nosso personagem como será em geral.

Mesmo com todas essas opções o jogo ainda disponibiliza o sistema de runas, esse sistema pode ser utilizado em cada habilidade para amplificar ou até mesmo mudar a sua função durante a batalha. Dependendo do equipamento que está utilizando a sua linha de poderio pode mudar ainda mais, ou seja, a customização de Diablo III é eficaz, muito simples de utilizar e rica em detalhes.

No jogo o mundo é gigantesco e variado, repleto em detalhes e labirintos, existe muitos caminhos alternativos e secretos, aumentando mais ainda a longevidade. Os gráficos apesar de parecerem simples, são excelentes e trazem a  beleza necessária ao estilo. A Blizzard foi duramente criticada durante o projeto pelos fãs, com palheta de cores mais vivas o jogo ficou parecido com o World of Warcraft, mas o resultado final é muito satisfatório.

Mesmo levando somente 18 horas para terminar o primeiro nível do jogo, os bons tempo voltaram. É inegável que Diablo marcou a historia dos vídeo games, os dois primeiros jogos foram jogados e rejogados durante anos, a espera pelo terceiro tinha que ser atendida. Uma palavra que acredito que define muito bem a Blizzard em seus projetos é competência.

É incrível o trabalho que eles tem em se preocupar em cada detalhe, em fazer uma mecânica funcional e acessível, manter a qualidade gráfica para todos, desenvolver conteúdo para dar mais vida ao jogo e tantos outros detalhes que fazem de Diablo III perfeito. Sim, o jogo é completo e incrivelmente viciante, você vai passar horas em frente do seu PC jogando. Diablo III é um marco na historia, as mídias voltaram toda a sua atenção para os jogos em computadores, os consoles temporariamente ficaram esquecidos, filas gigantescas formaram na lojas no primeiro dia de vendas. não tinha como ser diferente, a espera acabou e foi recompensada. Tudo o que  os fãs esperavam do jogo está lá, mais uma vez Diablo será jogado durante longos anos . Sem duvidas, o melhor do gênero. Se ainda não jogou, corra e compre a sua copia. Afinal, Diablo finalmente voltou.

Nota : 10/10

 Trailer de lançamento do game, disponível desde 15/05.

Anúncios

Um pensamento sobre “[Rodrigo’s Review] Diablo III

  1. Pingback: [Consciência Gamer] “Game”: O novo gênero musical? « Jogador Pensante

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s