[Tomio’s Review] inFAMOUS 2

Nome: inFAMOUS 2
Produtora: Sucker Punch
Gênero: Ação
Plataforma(s): Playstation 3

Infame

inFAMOUS 2 é o mais novo título da Sucker Punch para Playstation 3, dando continuidade a luta de Cole, o protagonista, contra a Besta.

Chocante

inFAMOUS 2, para quem acompanha a série desde o primeiro, logo surpreende com o avanço gráfico e artístico, tendo uma cidade muito bem detalhada, com locais mais variados, mais coisas destrutíveis  e bem colorido, deixando o título bastante agradável de se admirar (salvo alguns detalhes, como movimentação estranha de NPCs e alguns personagens “quadriculados”).

Já a parte sonora não é das melhores. Apesar dos efeitos e barulhos serem bem convincentes, as músicas são um verdadeiro terror, sendo elas escassas e, as poucas existentes, vão de irrelevantes ou pouco inspiradas até irritantes em casos extremos. Ironicamente, a melhor música do jogo toca nos créditos.

Devido ao grande número de poderes, os controles do jogo ficaram um tanto complicados e desconfortáveis, mas nada que comprometa a experiência geral, pois o a jogabilidade em si é fluida e precisa, tanto em tiroteios como em escaladas, que não deixa na mão em momentos de tensão e nem é automático demais, como muitos jogos são hoje em dia.

Eletrizante

inFAMOUS 2 pega diretamente o final do primeiro e leva Cole para outra cidade, a procura de novos poderes para derrotar a besta.

Com ambiente novo, novos personagens também aparecem, mas são poucos, e são todos rasos ou sem carisma algum, restando ao elenco antigo segurar as pontas. O único ponto positivo quanto aos personagens em geral é a dublagem original, bem competente e convincente.

Já o enredo e as escolhas são pontos positivos no jogo, já que o mesmo possui reviravoltas e revelações bastante interessantes, além do karma, dessa vez, influenciar bastante no andamento do jogo, principalmente no final.

Famoso

inFAMOUS 2 segue o mesmo princípio do primeiro jogo: um jogo de tiro com poderes e le parkour em um mundo aberto, com um sistema de escolhas para se tornar herói ou vilão do povo.

A cidade de New Marais, onde Cole se encontra, é um local bastante movimentado, e repleto de perigos e eventos. Cabe ao jogador escolher com o que quer reagir e interagir para moldar sua reputação. Cole pode tanto ajudar pessoas sendo assaltadas, feridas, sequestradas e desarmar bombas para ganhar respeito e ajuda dos pedestres, como também pode ser um assassino destruidor que leva pedradas ao andar pelas ruas.

Além da base de shooter em terceira pessoa, Cole também pode usar superpoderes elétricos, que vão desde furações elétricos e escudos de gelo a teleportes e nuvens explosivas. Ao contrário da maioria dos jogos do estilo, onde os recursos vão ficando mais poderosos, inFAMOUS 2 aposta em aumentar cada vez mais o “arsenal” de Cole, fazendo com que ele tenha todo e qualquer tipo de poder para qualquer situação possível, deixando o jogo muito mais flexível e desafiante. O jogo também dá mais motivos para ser jogado mais de uma vez, pois os poderes para o bem e para o mau são bem distintos.

Além da ação a longa distância, o jogo também dá a possibilidade de combate corpo-a-corpo…recurso que não faria a menor falta se não existisse. Bater no inimigo em inFAMOUS 2 é simples demais, a ponto de ser raso e repetitivo, pois não é nada mais que apertar um botão só repetidamente e finalizar com outro. Acompanhando a série “recursos inúteis”, entra também o sistema de cover do jogo, já que Cole não se esconde em paredes, nem anda baixo, nem abaixa do nada – Cole só sabe se esconder em barricadas.

As missões do jogo, apesar de ter um número razoável, são bastante repetitivas, sendo a maioria esmagadora missões de ir ao ponto marcado no mapa e/ou matar todos os inimigos. Falando em inimigos, são eles outro ponto onde a variedade é questionada, pois são pouquíssimas as variações entre um mesmo grupo. Esqueça os gordinhos, os magrinhos mais altos e os baixinhos de inFAMOUS 1, eles não existem mais.

A IA do jogo também não é das melhores, com personagens que ficam facilmente presos em obstáculos, inimigos que se escondem “com o traseiro para fora”, entre outras barbaridades. Para compensar, os inimigos em geral são bem agressivos, encontrando o jogador facilmente e partindo para cima com tudo, além das batalhas contra chefões,  que são bem variadas e desafiantes. A dificuldade do jogo, inclusive, é média-alta, contribuindo para a experiência.

Muita karma nessa hora

inFAMOUS 2 possui cerca de 10 horas de duração, além de suas missões secundárias de karma, missões secundárias genéricas e missões criadas pelos jogadores. Sim, nesse jogo, os jogadores também podem criar suas missões ao melhor estilo Little Big Planet, aumentando consideravelmente a vida útil do jogo.

Infelizmente, as missões secundárias em geral possuem o mesmo problema de repetição das missões principais, salvo alguns poucos de karma e as criações de jogadores, que vão desde curta metragens a puzzles e corridas.

Em questões de coletáveis, inFAMOUS 2 conta novamente com as blast shards, itens que aumentam a capacidade elétrica de Cole, e dead drops, gravações de conversas que contam mais detalhes da trama a la Bioshock. Nesse título, caçar blast shards ficou bem mais agradável com o novo poder que funciona como uma espécie de radar dos itens.

TREMI!

inFAMOUS 2 é resultado de uma produtora que se preocupou demais em algumas falhas do título anterior e deixou escapar outras, algumas até mais graves. No final das contas, fica difícil decidir se o jogo é melhor que o primeiro.

Nota: 7

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s