[Epoch – The Time Machine] A Pantera Cor-de-Rosa: Passaporte para o Perigo

“Se tudo der errado, pelo menos ainda temos creme de milho.”

Ah, meus velhos tempos de criança, quando computador era apenas mais um videogame, internet fazia barulho de fax na conexão. Ganhei meu primeiro computador em 2000, mas antes disso já brincava nesse tipo de coisa, com jogos clássicos como Doom, Sim City e vários point and click, que eram sinônimo de aventura e diversão na época. E provavelmente o primeiro jogo que tive contato no PC foi A Pantera Cor-de-Rosa: Passaporte para o perigo.

Creio que todos sabem quem é a Pantera Cor-de-Rosa, a famosa personagem de desenhos, filmes, e etc. É um personagem bastante antigo, conhecida por armar as mais altas pilantragens para o Inspetor Clouseau. Mas o mais marcante é com certeza o tema musical da Pantera. É impossível ouvir a famosa música sem lembrar dela.

O famoso tema da Pantera

Em Passaporte para o perigo, no entanto, a Pantera é um hábil detetive, capaz de solucionar casos absurdos, como o do jogo: descobrir por que as crianças do acampamento ChillyWawa estão agindo de forma estranha. Como o acampamento conta com crianças de todo o mundo, a Pantera deve viajar para diversos países, procurando solucionar o mistério e fazer com que as férias no acampamento voltem ao normal.

O jogo é extremamente divertido e educativo. É a conciliação perfeita de bom humor, aventura e instrução sobre cultura dos países que o jogador visita com a Pantera. É bastante simples jogar Passaporte para o perigo, pois não há muita ação no jogo, apenas deve-se coletar informações e itens, descobrir passagens secretas, resolver problemas dos envolvidos, entre outros clássicos dos adventures point and click.

O acampamento

E conforme a aventura vai passando, o jogador conhece muito sobre a cultura dos países visitados, que são Inglaterra, Egito, China, India, Austrália e Butão. Tudo bastante caricato e bem humorado, afinal a Pantera jamais perde seu bom humor e os gráficos ajudam bastante, usando e abusando de uma arte excelente para a época, o jogo parece que foi todo desenhado a lápis de cor, mas afinal não se podia ir muito além disso devido às limitações da época.

A Pantera na Inglaterra

A animação dos personagens é bastante convincente, todos os personagens movem a boca para falar, por exemplo, fazem gestos conforme o que tentam passar, além de vários elementos do cenário serem interativos, mesmo não tendo nada a ver com o enredo e a investigação do jogo, sempre contando com uma tirada da Pantera, pra lá de bem humorada.

A versão brasileira é totalmente em português, ou seja, as falas eram todas dubladas, e a dublagem é de alto nível para um jogo de videogame. A preocupação com passar o bom humor e a irreverência do jogo foram altas e o resultado final é pra lá de satisfatório, afinal isso era necessário, pois o foco do jogo é infantil.

Áureos tempos do CD-ROM

Com certeza A Pantera Cor-de-Rosa: Passaporte para o perigo não alcança níveis astronômicos de popularidade entre os point and clicks mais famosos, como a série Monkey Island ou Broken Sword, mas é um jogo que vale a pena ser jogado até por jogadores mais velhos, principalmente para dar uma quebrada no clima tenso e sério dos jogos de hoje. E não se preocupe, pois mesmo que tudo dê errado, ainda temos creme de milho.

Não perca o trem desta viagem!

Anúncios

8 pensamentos sobre “[Epoch – The Time Machine] A Pantera Cor-de-Rosa: Passaporte para o Perigo

    • Nicole, uma vez eu baixei ele pela internet… dá uma pesquisada no Google… o original eu tinha há muitos anos, mas hoje nem fabricam mais, talvez vc encotnre no mercadolivre.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s