[Hype] The 3rd Birthday

Sim, essa divisão do blog é apenas para avaliar demos de jogos ainda não lançados, mas…racionalizar tag é o que há! Fora que o jogo ainda não saiu no ocidente, então não faz muita diferença! Hands-on da versão Japonesa:

The 3rd Birthday é o mais novo título da Square-Enix, que conta com as aventuras da bela Aya Brea, protagonista dos antecessores espirituais do título para PSP, a série Parasite Eve (Playstation 1).

The 3rd Birthday pode ser considerado facilmente um reboot. Os próprios criadores dessa nova IP consideram, e dizem para os jogadores considerarem esse jogo como um recomeço. E o resultado não poderia ser melhor, pois o título junta o que há de melhor nos Parasite Eves, como a ambientação e trilha sonora noir/filme de terror B, ação, o retorno da Aya com personalidade de uma humana comum e a vasta variedade de armas.

In-game

É inegável o trabalho técnico impecável em The 3rd Birthday. CGs, cutscenes, detalhes dos cenários e personagens, som ambiente, dublagem, controles flúidos e funcionais mesmo com a carência de um segundo analógico. Tudo isso em The 3rd Birthday é apresentado com maestria, a ponto de ser completamente aceitável se um jogo desse nível estivesse disponível para consoles de mesa da geração atual em forma de download.

CG inicial

Alguns detalhes sobre o gameplay:

-Aya pode tomar posse de qualquer soldado ou civil no mapa. Isso quer dizer que o jogador pode simplesmente “pular fora” do perigo, literalmente. Mas isso não quer dizer facilidade, pois o jogo vai exigir muita tática em troca dessa mamata, como posicionar soldados para armar emboscadas. Ela pode também tomar posse da mente dos monstros por um momento e “se suicidar”, causando grande dano neles. A IA do jogo é um ponto difícil de se avaliar, já que, se vista por cima, é bem falha, mas se considerar o fator tático e o balanceamento de dificuldade que o jogo proporciona, ela está no nível ideal;

-O jogo é um TPS típico, com uma boa pitada de RPG e um quê de Valkyria Chronicles (PS3, PC). Além do tiroteio convencional com cover e esquiva, é possível usar táticas em equipe como o Cross Fire, um ataque massivo em um único inimigo caso o jogador carregue a mira por determinado tempo e o Liberation, onde os inimigos ficam lentos e a Aya mais poderosa, típico modo “bullet time”. O jogo é também dividido em capítulos, com direito a ranking e pontuação, sendo essa última usada para compra de novos equipamentos;

Sistema de evolução

-A customização e evolução da Aya é um dos grandes destaques de The 3rd Birthday: Há uma grande variedade de armas e muitos options para customizar seu arsenal e cada jogador ter um equipamento para cada situação. Há também uma série de roupas alternativas, que não apenas mudam o visual da personagem como adicionam defesa extra. Já o sistema de evolução, que é nada menos que, literalmente, modificar o DNA da Aya, consiste em uma espécie de puzzle, onde há “peças”, obtidas em missões, com skills como recuperação de energia ou dano extra para se encaixar em um quadro, podendo ligar, misturar para obter novas skills ou fortalecer os já encaixados dependendo do tipo e da posição de cada “peça”. Apesar desse sistema oferecer uma variedade quase infinita de possibilidades para a heroína, o jogo não perdoa quem faz besteiras ou enjoa rápido de um set, fazendo o jogador jogar fora todas as peças que estão equipadas no quadro.

-Por que diabos o jogador controla Aya com sua roupa e equipamento, sendo que na verdade ela está apenas controlando a mente das pessoas?

Com apenas algumas horas de jogo, The 3rd Birthday já pode ser considerado um dos melhores jogos já feitos para o PSP, com gameplay sólido e aspectos técnicos dígnos de jogos de consoles de mesa. Um grande recomeço para uma ótima série que estava esquecida.

Anúncios

2 pensamentos sobre “[Hype] The 3rd Birthday

  1. Rapaz, parece que dessa vez eles acertaram em cheio, em? Acho que se uma equipe boa da Square se juntar, eles conseguem ser os melhores novamente, torço muito por isso, morro de saudade dos seus bons jogos, e se eles fizeram com o PArasi te Eve, poderiam fazer com outras obras de arte.

    • Com certeza, Daniel! Eu ainda não entendo o que se passa na cabeça desses caras da S-E pra fazer TANTA cagada nos portáteis e consoles. Não joguei o Kingdom Hearts do PSP pra saber se esse é bom também, mas só de jogar o 3rd já dá pra ter esperança de coisa que preste dessa empresa mais pra frente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s